Em depoimento ao MP, João de Deus afirma ‘sofrer de disfunção erétil’, ou seja, ‘ser broxa’

O líder religioso é acusado de centenas de casos de abuso sexual

412

Alvo de centenas de denúncias por abuso sexual, o líder religioso JOÃO DE DEUS afirmou nesta quarta-feira(26), durante depoimento prestado ao Ministério Público de Goiás, que sofre de disfunção erétil. A informação foi divulgada pelo Metrópoles.

O problema, de acordo com o médium, teria sido provocado após ele ter realizado tratamento contra um câncer no estômago.

Na última semana, o juiz LICIOMAR FERNANDES DACSILVA, da Comarca de Abadiânia (GO), acatou novo pedido de prisão preventiva contra o médium, dessa vez por Posse Ilegal de Arma de Fogo. A defesa do médium considera que a prisão traz risco para a vida do cliente.

João de Deus está preso desde o dia 16 de dezembro, em Aparecida de Goiânia, Goiás. Ele aguarda julgamento do pedido de liberdade impetrado no Supremo Tribunal Federal (STF).

De Blog Cardoso Silva via CRN