Governo ROBINSON descumpre acordo com a PM e Associação alerta para possível paralisação

"A situação é de descaso por parte do Governo do Estado e está ficando insustentável", diz Subtenente ELIABE MARQUES

2112

O governo do Estado do Rio Grande do Norte firmou um acordo com a categoria da Polícia Militar dia 10 de janeiro, mas infelizmente não vem cumprindo a sua parte.

Segundo o Subtenente ELIABE MARQUES presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares – ASSPMBMRN – ele está tentando entrar em contato com a delegada Sheila Freitas, titular da pasta da Secretária de Segurança Pública e Defesa Social – SESED – e não consegue, sequer, marcar uma reunião para buscar solução para as demandas legalmente estabelecidas no acordo firmado.

A situação está ficando insustentável e a Associação alerta para nova paralisação (4a GLO) devido o descumprimento de alguns itens do acordo feito entre Governo e Polícia Militar do Rio Grande do Norte e pelas péssimas condições de trabalho que ainda persistem.

Segundo ele, o Governo cumpriu alguns iténs parcialmente como o pagamento da promoção de agosto. De 14 processos 11 foram implantados e 3 deles ninguém toma providência.

Dentre o que não foi cumprido pelo governo Robinson está
  • Falta de pagamento do 13° salário de 2017 (que deveria ter sido pago dia 30 de janeiro e não foi pago);
  • Níveis não foram implantados; e
  • Retroativo das promoções (a começar por dezembro de 2015) que já está a 75 dias no gabinete do secretario CRISTIANO FEITOSA titular da Secretaria do Estado de Administração e Recursos Humanos – SEARH.