Polícia Militar recupera moto roubada durante patrulhamento na zona Leste de Caicó/RN

A Honda/XR 250 Tornado com placa de Triunfo/PE havia sido roubada a cerca de 1 ano em Recife/PE, passou alguns meses em São João do Sabugi e estava a 8 dias no Canuto e Filhos em Caicó

998

Por Caicó na Rota da Noticia

Na tarde deste domingo, por volta das 16hs, uma guarnição Rádio Patrulha – RP 01 – pertencente ao 6° BPM de Caicó comandado temporariamente pelo Major Carlos Souza (devido ao período de 15 dias de férias do Ten Cel Costa), conseguiu fazer mais um belíssimo trabalho e recuperar uma moto com queixa de roubo.

A moto Honda/XR 250 Tornado – 2014/2014 – cor preta, de placa KMC 9432, de Triunfo/PE, estava estacionada em frente a uma residência na Rua Major Ajax no bairro Canuto e Filhos, zona Leste da cidade. O patrulheiro da guarnição resolveu checar a placa no aplicativo de seu celular que indicou que o veículo era roubado.

Ao ser constatada a irregularidade na moto, um homem que estava ao lado dela identificou – se como sendo o proprietário e disse que havia comprado a moto a 8 dias e que não sabia que ela era roubada e apresentou um recibo em branco. Ele e o veiculo foram conduzidos até a 3a Delegacia de Polícia Civil para o registro do fato.

Segundo ele, que disse ser dono de uma oficina na rua citada, a moto foi adquirida na troca de outra moto de um soldado do exército que foi criado por Vovoca (funcionário civil do exército morto a tiros a alguns dias atrás no bairro Nova Descoberta). Que por sua vez disse ter comprado a moto de um rapaz de São João do Sabugi, que informou ter comprado a moto de uma quarta pessoa na cidade de Patos/PB e estava com ela desde outubro do ano passado.

O soldado e o rapaz de São João se apresentaram voluntariamente na delegacia para prestar depoimento. Todos disseram que checaram a situação da moto, mas que antes não constava como Veículo Roubado e que estavam com o recibo, “o que não quer dizer nada pois o documento estava em branco e a moto não tinha sido transferida como é obrigação de um novo comprador“.

O dono da oficina pagou a fiança de 1mil reais, estipulada pelo delegado, para não ficar preso e responderá pelo crime de Receptação. Os outros dois (o soldado do BEC e o rapaz de São João do Sabugí), além do vendedor de Patos/PB, serão arrolados no processo.