Polícia prende segundo suspeito de envolvimento em assalto em Jardim de Piranhas

Ao todo, quatro pessoas (sendo três homens e uma mulher) foram conduzidas para a delegacia, suspeitas de envolvimento no assalto

7841

Por Caicó na Rota da Notícia

A Polícia Militar foi acionada para o Parque de Vaquejadas Lucinda Dantas, próximo ao posto do Moinho devido a um homem em atitulde suspeita naquela localidade.

O fato aconteceu no inicio da tarde deste ultimo sábado (01 de junho) pouco tempo depois de DAVID YAGO TOMAZ DE AQUINO mais conhecido por DAYVINHO (na foto: camisa branca c/vinho), um dos suspeitos de praticar um assalto em Jardim de Piranhas na manhã deste sábado (01), ter sido preso.

O homem suspeito estava todo arranhado e ofereceu R$ 50,00 para que um senhor o fosse deixa – lo de moto na cidade de Caicó, o que chamou a atenção do cidadão que se negou e resolveu ligar para Polícia Militar.

Oito equipes de policiais chegaram ao local, uma a uma e se uniram realizando uma operação conjunta, com viaturas da CIPAM e CIPAM reforco, RP 03, Reforço 01 e Reforço 02, duas viaturas do 3° DPRE, além da viatura de São Fernando que prendeu o DAYVINHO na parte da manhã do sábado.

A primeira guarnição chegou no local citado foi a CIPAM, que logo visualizou o suspeito próximo a um poste no parque de vaqueijada, e ao ser dada voz de parada, o suspeito correu dos policiais e se embrenhou dentro domato.

Foi feito um cerco policial, e pouco mais de uma hora depois ele foi preso dentro de uma cerâmica que fica ao lado do Posto do Moinho.

O suspeito JÚLIO TEIXEIRA SIMÕES (na foto sem camisa), foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis. Ele estava todo arranhado e disse que teria ido pegar o ex-presidiário de nome MANCUZINHO, disse também que ao ver os policiais fugiu com medo.

A esposa de DEVINHO, a THAIZ RAQUEL DA SILVA, que teria aparecido no local para tentar dar fuga a ele recebeu voz de prisão e foi conduzida à DP.

Um moto-táxista e ex-presidiário ÉDSON MARQUES DE ARAÚJO, mais conhecido por TERRA QUENTE, que teria dado fuga ao outro autor do roubo também foi localizado no João Paulo II e conduzido para a delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos. Segundo uma testemunha TERRA QUENTE teria levado um homem de moto até o local e saiu de lá com outro homem desconhecido que estava sem camisa. Após ser ouvido o mototaxista foi liberado e se prontificou a ficar a disposição da justiça alegando que nada devia.

Em sua versão disse que apenas que teria feito uma corrida, ou seja, levado o caseiro de um sítio próximo da localidade. O caseiro do sítio, e o filho dele, foram a delegacia e confirmou a versão dele que afirmou também que não viu ele levando ninguém de volta do sítio em questão.

A Polícia Civil está investigando a situação do casal suspeito para tentar elucidar o assalto, e o grau de participação de cada um ou não. Outras pessoas poderão ser presas nas próximas horas, ou dias.