Presidente de Associação dos Catadores nos concede entrevista e nega acusações

"Meu marido disse que não ia subir o alto e sim fazer uma manobra para fazer o retorno e o reboque quebrou", afirmou a presidente.

910

Por Caicó na Rota da Notícia

Na manhã de hoje a presidente da Associação dos Catadores e Materiais Recicláveis de CaicóASCAMARCA – entrou em contato conosco para dar sua versão e esclarecer o que realmente teria ocorrido com o trator e com o reboque aonde iam as cinco catadoras associadas.

Segundo informações que nos chegaram o reboque do trator teria desengatado e batido em uma árvore quando o motorista tentou subir um alto em contramão.

A presidente da ASCAMARCA, Carine, nos explicou que o motorista do trator, que é seu esposo, contou que não ia subir o alto, ele apenas iria fazer uma manobra de retorno quando percebeu que o engate do reboque estava se torando. Ele então, ao perceber que o reboque ia quebrar ele teve que continuar o trajeto subindo o alto até que o reboque desceu de ré e parou em uma amontoado de folhas e galhos podados de uma árvore.

Quanto a situação da associada que está grávida de 5 meses, ela informou que irá solicitar que a mesma assine um termo de responsabilidade já que não esta sendo obrigada a trabalhar, e sim, está trabalhando de vontade própria.

Quanto à situação dos catadores andarem em cima de um reboque ela nos informou que a situação é temporária e que foi feito um projeto aonde Associação recebeu uma promessa de ganhar um caminhão apropriado e que já recebeu uma Saveiro que já vem sendo usada para pegar recicláveis durante à noite.

A Prefeitura Municipal ajuda com o pagamento do aluguel do galpão onde funciona a Associação que ainda não possui um galpão próprio.

Vale salientar que o trabalho das catadoras da Associação é de grande importância para diminuir o volume bruto do lixo gerado na cidade. Populares separam o material reciclável e elas passam para pegar. O lixo não aproveitado tem que ser lavado para o lixão para ser compactado, enquanto que não é feito o Aterro Sanitário tão recomendado pelo Ministério Público.