Corpo de caicoense que morreu após parto e cesária no HS é enterrado na manhã de hoje

Corpo clínico do Hospital do Seridó disse que fez tudo que estava ao seu alcance para salvar a vida da jovem Taise. Ela foi mãe de seu segundo filho.

0
3192

Por Caicó na Rota da Notícia

Na presença de familiares e amigos, o corpo da jovem mãe Taise Araújo, de 22 anos que residia no bairro João XXIII, foi seputado na manhã deste domingo (09) no cemitério Campo Jorge no bairro Boa Passagem, setor Norte de Caicó.

Partiu após dá a vida a uma menina

Taise faleceu na UTI do Hospital do Seridó devido a complicações em seu quadro de saúde iniciadas no final da cesária necessária para retirada da placenta, devido a não ter havido a dequitação espontânea após parto normal de uma menina. Ele já era mãe de um menino.

A obstrata que cuidou de Taíse relatou o seguinte:

Paciente com problemas de uso de álcool e informações também de drogas, sem ter feito o pré-natal e sem nenhum exames, em trabalho de parto avançado deu entrada no HS. Pariu normal, feto vivo, a termo, porém não houve dequitação espontânea (saída da placenta). Após várias tentativas de manobras sem sucesso, foi submetida à cirurgia por via abdominal para remoção da placenta, sob raquianestesia. A cirurgia ocorreu com normalidade. Sob o ponto de vista cirúrgico ocorreu tudo bem , mas apresentou alterações cardíacas e respiratórias, nos momentos finais da cirurgia, chegando a ter parada cardiorrespiratória por várias vezes e sendo realizadas manobras de RCR , voltando ao funcionamento cardíaco , com dificuldades ao uso de medicamentos. Foi encaminha para a Uti do HRS pelo SAMU. Onde ficou internada sob os cuidados de UTI“, relatou o médico obstetra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui