DHPP desarticula quadrilha que matou e jogou 17 corpos de vítimas no Rio Potengi

Segundo a Polícia Civil, os acusados executavam pessoas ligadas ao mundo das drogas

0
3182

Após um intenso trabalho investigativo, sob o comando do delegado Alexandre Coutinho da Delegacia de Homicídios da Zona Leste (que faz parte da Delegacia de Homicídios e de Proteção à Pessoa – DHPP – de Natal), seis homens e uma mulher foram presos. Eles são suspeitos de integrarem uma quadrilha que matou e jogou os corpos de 17 pessoas no Rio Potengi.

Policiais civis notaram que durante seis meses vários homicídios ocorridos no Paço da Pátria, em Natal, tinha o mesmo “modus operandi” em suas execuções. Vítimas que tinham ligações com o tráfico de drogas eram mortas com tiros ou com facadas e depois seus corpos eram jogadas no Rio Potengi.

As sete prisões ocorreram na manhã desta quarta-feira (21 de dez) em ações da “Operação Guardião” e teve o apoio do diretor da DHPP delegado Ben-Hur de Medeiros.

Duas prisões ocorreram dentro de presídios, a de: TALES AFONSO ALEXANDRE FARIAS, de 21 anos; e DANRLEY ANSELMO DA SILVA, de 19 anos.
Os outros cinco foram detidos no Paço da Pátria, sendo eles: ELTON CESAR SOUZA ROCHA, de 30 anos; VANESSA MARUELA DA SILVA, de 25 anos; NICOLAS FERREIRA DE ARAÚJO TORRES, de 21 anos; JEFERSON RODRIGO DOS SANTOS, de 29 anos; e ARTUR PATRICK DOS SANTOS DIONÍSIO, de 24 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui