Estudante de direito é presa por ter passado informações para quadrilha que matou policial Ildônio

Dos seis bandidos que participaram o homicídio contra o policial, já foram presos quatro suspeitos além de um coiteiro que iria dar fuga e agora uma universitária, namorada/companheira de um dos bandidos

0
2909

Por Caicó na Rota da Notícia

Segundo informações Graça Teodoro é namorada de um dos membros da quadrilha identificado como Wantuir Lima

Após a morte de Ildônio José da Silva, de 43 anos conhecido por CB Ildônio, iniciou – se uma verdadeira caçada aos bandidos que tiraram sua vida durante um assalto a um ônibus de estudantes universitários que seguia de Caraúbas para Mossoró. O helicóptero da polícia militar e cerca de 100 policiais realizaram buscas pelos bandidos que mataram o CB Ildônio.

Algumas das viaturas empenhadas na busca aos bandidos (Foto: Créditos/Mossoro Hoje).
Major Brilhante e helicóptero Potiguar 1 da Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Norte

Policiais militares, policiais civis e até agentes penitenciários se uniram e entraram em diligências na zona rural da região que compreende entre as cidades de Upanema, Caraúbas e Governador Dix Sept Rosado, região a qual os seis criminosos fugiram após o arrastão no ônibus de universitário seguido do assassinato do policial.

A Polícia Rodoviária Federal interceptou conversas de um bando e acionaram a Polícia Militar de Campo Grande que em uma ação conjunta com GTO e prenderam na noite de sexta-feira (17) quatro suspeitos de terem participação do assalto seguido do homicídio do militar.

Já em Assú os policiais prenderam o ‘coiteiro‘ identificado como Nelson Gomes Fonseca, que esperava esperando o bando para dar fuga para Natal.

Foram presos:
Aleilson Melquiades de Oliveira, 18 anos;
Luiz Felipe de Lima, 18 anos;
Nelson Gomes Fonseca ; e
Kleison Yuri da Silva, (Kleison Yuri teria participado como motorista e ajudante de fuga).

Quatro suspeitos presos pela PRF

Todos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Caraúbas, que tem como delegado titular, o delegado Christiano Othon Costa de Melo. Através de fotos que estavam com os presos, os policiais conseguiram chegar aos nomes de outros envolvidos no assalto seguido de assassinato.

Quadrilha que teria matado o CB Ildônio (Foto: Créditos/Mossoro Hoje)

Os presos, após autuados em flagrante, serão encaminhados para a Cadeia Pública de Caraúbas, enquanto os policiais vão continuar em diligências para localizar e prender os demais envolvidos com o bando que assassinou, de forma covarde o CB Ildônio.

Wantuir Lima é o principal acusado de ter atirado de forma brutal e covarde com uma espingarda 12 na cabeça do policial Ildônio e está sendo procurado na região pelo crime desde que foi identificado. Já a estudante de direito identificada Grécia Teodoro Gurgel de Medeiros, de 21 anos, namorada/companheira de um dos membros da quadrilha indicada como Wantuir foi presa apontada como ter dado informações a quadrilha de onde o policial e a arma estavam.

O corpo do soldado Ildônio foi sepultado no Cemitério Novo, em Mossoró, no final da tarde dessa sexta-feira, 17. Vídeos à baixo: Cortejo fúnebre até o cemitério e amigos músicos fazendo uma última homenagem tocando “Amigos Para Sempre” na despedida do CB Ildônio, o qual, também tocava na banda de música de Mossoró.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui