Família denuncia: Mãe com Covid 19, morre devido demora no atendimento e falta de medicamento no hospital e nas farmácias

Video: O caso aconteceu com mulher diabética de 49 anos, da cidade de Macau/RN. Pessoas saudáveis estão comprando e algumas até tomando o medicamento sem necessidade.

0
610

IVANEITE PEREIRA, de 49 anos de idade e era diabética, ela morreu no Hospital Antônio Ferraz em Macau/RN a procura de atendimento médico.

Depois de procurar a unidade hospitalar por duas vezes e de 12 horas de agravamento dos sintomas, sem os remédios que não tinha no hospital nem a venda nas farmácias, e sem conseguir uma vaga na UTI com um respirador, ela faleceu.

O teste rápido feito no hospital deu positivo para o Covid  – 19,  no entanto, o exame de sangue só chegará daqui a 7 dias.

 

Nota do Blog CRN:

As pessoas que estão comprando Invermectina sem receita médica e sem estarem doentes estão pondo em risco a vida de pacientes com Covid – 19, como nesse caso da reportagem, devido a falta do medicamento que deveria está a venda nas prateleiras das farmácias a dona de casa faleceu sem nem mesmo a chance de tomar o medicamento.

(Invermectina – medicamento usado no tratamento contra o Covid 19 está sendo estocado e usado por pessoas saudáveis)

Segundo estudos, a Invermectina age impedindo que o vírus presentes em pacientes positivo para o Covid – 19 não se replique, fazendo que haja a diminuição significativa das células virais no organismo humano e seu consequinte desaparecimento.

Pessoas que estão tomando esse ou outro medicamento indiscriminadamente de forma profilática (preventiva), sem estarem doentes de fato, estão correndo um serio riscos de saúde, devido a contra indicação desses medicamentos, fora a paranóia vivenciada pela pessoa que está jogando dinheiro fora e tirando o medicamento das mãos de quem realmente precisa.

(ALERTA: Qualquer medicamento, não deve ser usado indiscriminadamente sem orientação médica)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui