Lucas Matheus teria sido levado para o “Cheiro do Queijo” em Caicó

Populares disseram a polícia que ouviram barulho de tiros vindo do mato no bairro Samanaú. O jovem foi encontrado já sem vida.

0
4167

Por Caicó na Rota da Notícia

Jovem encontrado morto com várias perfurações a balas em meio ao mato pode ter sido levado a morte. O crime aconteceu no início da tarde deste último domingo (23).

Populares informaram a polícia que teriam ouvido de quatro a cinco disparos de arma de fogo vindo do meio do mato nas proximidades da queijeira. O corpo do jovem Lucas Matheus, que residia no Bairro Castelo Branco, Zona Leste de Caicó, foi encontrado já sem vida.

Informações colhidas por nossa reportagem dão conta que, o jovem teria sido levado para o chamado “Cheiro do Queijo“, onde a vítima é levada para um determinado local sob alguma desculpa ou atrativo para em seguida ser morta.

Ele teria saído de casa de moto, no início da tarde, dizendo que ia pagar uma dívida (que seria de drogas) no bairro Samanau. Após receber o dinheiro, dois homens, cobradores da dívida, o teriam chamado para usar drogas, ele teria aceitado, e ao chegarem ao local combinado, um deles teria sacado de uma arma e efetuado um tiro na cabeça da vítima, em seguida, ele teria sofrido os demais disparos.

A Polícia Civil tem outras informações que não serão reveladas para não atrapalhar as investigações.

Tentativa de homicídio e prisão

O Lucas Matheus sofreu uma tentativa de homicídio a um tempo atrás em Caicó onde um amigo dele foi alvejado e o mesmo conseguiu correr. O mesmo se evadiu de Caicó devido estar sofrendo constantes ameaças de morte e teria passado alguns meses fora da cidade, tendo retornando recentemente.

Há cerca de 15 dias ele foi preso pela Polícia Civil em um veículo com suspeito de envolvimento em uma tentativa de assalto no bairro Maynard, Zona Leste de Caicó. Os pais dele, pessoas de bem e trabalhadoras, constituíram advogado para que o jovem ganhasse liberdade, não imaginando eles o que estava por acontecer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui