Mães de gays vão se reunir hoje em Caicó para discutir dificuldades nos relacionamentos familiares

0
835

O “Mães pela diversidade” é um coletivo nacional composto por mães (em maioria) e pais de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, sendo que, algumas famílias que compõem o grupo perderam seus filhos assassinados por conta da homotransfobia.

O coletivo surgiu, há quase dois anos, no Estado de São Paulo e se expandiu para todos os estados do Brasil. Segundo seus organizadores, o grupo surgiu como um movimento político para lutar pela garantia de direitos civis.

No entanto, com o decorrer das atividades executadas, perceberam-se como um espaço de acolhimento e informação para outras mães e pais de LGBTs.

O objetivo é que os LGBTs sintam-se amados e consigam superar o preconceito diário que vivem. Em vários Estados, o coletivo também realiza, através de seus membros, grupos de apoio para famílias, nos quais eles orientam como dar suporte a um (a) filho (a) LGBT e minimizar a vulnerabilidade ao sofrimento oriundo da homotransfobia e também atividades voltadas para pessoas LGBTs que enfrentam dificuldades nos relacionamentos familiares.

A professora da UFRN, Ana Santana, que é caicoense, mãe de LGBT, coordena o coletivo no Rio Grande do Norte. Ela está em Caicó hoje e convida para uma conversa logo mais as 14 horas no auditório do Centro Administrativo.

Por Gláucia Lima via CRN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui