Operação comandada pelo Major Brilhante prende fugitivo suspeito de explosão ao banco de Brejo do Cruz

Um taxista mossoroense estava dando fuga ao suspeito (de amarelo). Kleyton Alves tinha sido preso por latrocínio, estava foragido e portava documentos falsos.

0
1554

Por Caicó na Rota da Notícia

O incansável trabalho da Polícia Militar na busca de assaltantes a bancos não param na região Oeste potiguar, sobretudo, aos fugitivos da explosão da agência do Bradesco de Brejo do Cruz/PB.

Os bandidos trocaram tiros com policiais do RN e da PB no local onde estavam escondidos no Sítio Monte Alegre, que fica entre as cidades de Janduís e Campo Grande, local onde morou o agropecuarista Antônio Veras. Na ocasião, no sábado (02), quatro bandidos morreram e no dia seguinte, no domingo (03), outro também faleceu em confronto com a polícia na região.

Comandados pelo Major Brilhante, policiais dos GTOs de Alexandria e de Patu e as RPs de Campo Grande e Janduís, conseguiram prender mais dois suspeitos de integrarem a quadrilha. A prisão ocorreu às margens da BR 226, entre Janduís e Campo Grande por volta das 10h da noite desta segunda-feira (04). O trabalho da polícia continua.

Um taxista conhecido por Diego Edcleiton Marcelino de Castro, de Mossoró, vinha dando fuga a Kleiton Alves da Silva da cidade de Assú. Segundo o Major Brilhante os dois negaram envolvimento no crime. “O taxista, até onde sei, seria liberado, já o outro o Kleiton Alves ficou preso por ser fugitivo da Penitenciária Agrícola Mário Negócio em Mossoró onde cumpria pena por Latrocínio (roubo seguido de morte). Além disso, ele ainda estava usando documentos falsos“, ressaltou o Major Brilhante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui