Operação Fura-Fila: Empresa ameaçou suspender serviços caso Sesap ao pedir aumento de quase 4x acima do valor já contratado

Secretário de Saúde do RN confirmou a informação durante a entrevista coletiva. "... tivemos que entrar com uma ação judicial para o sistema ser mantido", afirmou Maia

0
436

Por Sidney Silva via Caicó na Rota da Noticia

O Secretário de Saúde do Estado do Rio Grande do Norte, Cipriano Maia, disse quando participou de entrevista coletiva promovida pelo Ministério Público, nesta semana, que os responsáveis pela empresa que é dona do sistema de regulação de consultas, exames e cirurgias, o Sigus, ameaçaram suspender os serviços por causa da negativa do parte da Sesap de inflacionar o contrato em quase 4 vezes acima do valor já acordado.

“Nós dissemos que não, que iria fazer com base na inflação e ele ameaçou suspender o serviço. Nós tivemos que entrar com uma ação judicial para o sistema ser mantido”, afirmou Maia.

O secretário disse ainda que está sendo tratado com o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde – LAIS/UFRN, a absorção da regulação dos serviços em questão, a exemplo do que já faz com os leitos/Covid-19.

“Esperamos em breve, assinar o contrato de prestação de serviços com o LAIS e acreditamos que em pelo menos 3 meses, vamos implantar um novo sistema de regulação assistencial na alta complexidade que é esse que era operado pelo Sigus e, com isso, dar transparência para toda a sociedade, para todos os órgãos de controle, e, também, na sequência, começar a implantar todo o sistema de regulação de leitos nos moldes do Regula RN”, disse o secretário Cipriano Maia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui