Polícia prende segundo suspeito de envolvimento em assalto em Jardim de Piranhas

Ao todo, quatro pessoas (sendo três homens e uma mulher) foram conduzidas para a delegacia, suspeitas de envolvimento no assalto

0
8834

Por Caicó na Rota da Notícia

A Polícia Militar foi acionada para o Parque de Vaquejadas Lucinda Dantas, próximo ao posto do Moinho devido a um homem em atitulde suspeita naquela localidade.

O fato aconteceu no inicio da tarde deste ultimo sábado (01 de junho) pouco tempo depois de DAVID YAGO TOMAZ DE AQUINO mais conhecido por DAYVINHO (na foto: camisa branca c/vinho), um dos suspeitos de praticar um assalto em Jardim de Piranhas na manhã deste sábado (01), ter sido preso.

O homem suspeito estava todo arranhado e ofereceu R$ 50,00 para que um senhor o fosse deixa – lo de moto na cidade de Caicó, o que chamou a atenção do cidadão que se negou e resolveu ligar para Polícia Militar.

Oito equipes de policiais chegaram ao local, uma a uma e se uniram realizando uma operação conjunta, com viaturas da CIPAM e CIPAM reforco, RP 03, Reforço 01 e Reforço 02, duas viaturas do 3° DPRE, além da viatura de São Fernando que prendeu o DAYVINHO na parte da manhã do sábado.

A primeira guarnição chegou no local citado foi a CIPAM, que logo visualizou o suspeito próximo a um poste no parque de vaqueijada, e ao ser dada voz de parada, o suspeito correu dos policiais e se embrenhou dentro domato.

Foi feito um cerco policial, e pouco mais de uma hora depois ele foi preso dentro de uma cerâmica que fica ao lado do Posto do Moinho.

O suspeito JÚLIO TEIXEIRA SIMÕES (na foto sem camisa), foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis. Ele estava todo arranhado e disse que teria ido pegar o ex-presidiário de nome MANCUZINHO, disse também que ao ver os policiais fugiu com medo.

A esposa de DEVINHO, a THAIZ RAQUEL DA SILVA, que teria aparecido no local para tentar dar fuga a ele recebeu voz de prisão e foi conduzida à DP.

Um moto-táxista e ex-presidiário ÉDSON MARQUES DE ARAÚJO, mais conhecido por TERRA QUENTE, que teria dado fuga ao outro autor do roubo também foi localizado no João Paulo II e conduzido para a delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos. Segundo uma testemunha TERRA QUENTE teria levado um homem de moto até o local e saiu de lá com outro homem desconhecido que estava sem camisa. Após ser ouvido o mototaxista foi liberado e se prontificou a ficar a disposição da justiça alegando que nada devia.

Em sua versão disse que apenas que teria feito uma corrida, ou seja, levado o caseiro de um sítio próximo da localidade. O caseiro do sítio, e o filho dele, foram a delegacia e confirmou a versão dele que afirmou também que não viu ele levando ninguém de volta do sítio em questão.

A Polícia Civil está investigando a situação do casal suspeito para tentar elucidar o assalto, e o grau de participação de cada um ou não. Outras pessoas poderão ser presas nas próximas horas, ou dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui