População pede providências ao combate a surto de muriçocas em Caicó

Os pernilongos vem tirando a paz e o sono da população caicoense/ Por que coça tanto quando levamos uma picada de pernilongo?

0
2410

A cidade de Caicó/RN passa um momento critico devido a um surto de muriçocas o que requer uma ação rápida por parte da prefeitura, como também a conscientização da população em não deixar água acumulada em vazilhas, não jogar lixo nas ruas e em terrenos baldios evitando assim, criadouros do mosquito.

Devido ao período chuvoso vem se aumentando cada vez mais os focos dos pernilongos que requer o maior cuidado da gestão do município em relação ao devido controle que incide diretamente no bem estar da população que muitas vezes tem perdido o sono com a ação dos mosquitos.

A consequência do descaso e omissão no combate ao inseto são pessoas com mãos pés e outras partes do corpo encalombados devido ao ataque das muricocas, sobretudo em setores mais carentes da cidade que já solicitam que a prefeitura tome alguma providência.

Em nome da população do recreio, estamos pedindo ao nosso amigo e prefeito, Batata, que tome providências em mandar o carro fumace, pois estamos com uma epidemia de muriçocas dentro de nossas casas como também nas ruas, o caso e sério, não podemos continuar com esta situação pois a picada transmite doenças. Agradecemos muito em o senhor atender ao nosso pedido“, disse um caicoense nas redes sociais.

Porque coça quando levamos a picada de pernilongo?

Ao contrário do que se pensa, não coça quando o inseto penetra o ‘ferrão pontiagudo e muito fino’ no poro da pele, e sim após o corpo começar a reagir contra substâncias contidas na saliva que o inseto injeta.

O pernilongo fêmea penetra sua pele – usando estrutura chamada probóscide – para sugar o sangue. Devido à coagulação sanguínea o sangue não passaria através da proboscide sem que ele fosse misturado com a saliva do inseto para afiná – lo. A saliva contém vários anticoagulantes e enzimas e composição que ajuda os insetos sugar o sangue com mais facilidade.

No entanto depois que os pernilongos estão satisfeitos e quando vão embora – ou quando são espantados – o nosso sistema imunológico reage a saliva deixada pela picada, produzindo anticorpos que atacam os antígenos presentes nessa substâncias. Essa resposta provoca liberação de histamina, que por sua vez desencadeia uma reação inflamatória.

A liberação de histamina também ajuda as glóbulos brancos e outras proteínas a combater os “invasores” do nosso organismo fazendo com que os capilares dessas estruturas e torne mais impermeáveis. Desta forma, a histamina faz com que os vasos sanguíneos mais próximo da região afetada fiquei inchados, dando origem a picada rosada irritada que nos mata de coceira.

Irresistível

Apesar de ser praticamente impossível resistir ao impulso de cravar as unhas na picada e coçar e coçar, isso só piora a situação. O ato provoca ainda mais irritação e inflamação na área afetada, fazendo com que o sistema imunológico “pense” que mais anticorpos são necessários para combater os agentes inimigos. Portanto, quanto mais nos coçamos, mais inchada a região fica, aumentando ainda mais a coceira que, por sua vez, também vai durar por mais tempo.

O sangue, aliás, não serve apenas de banquete para os pernilongos! Apenas as fêmeas são “sanguinárias” — os machos não nos atacam —, e elas usam essa substância para produzir os ovos que, como você sabe, vão dar origem a mais pernilongos malditos que vão atrapalhar as nossas noites de sono!

Picadas de pernilongos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui