Preocupação: Aumenta o número de casos de suicídios em Caicó

0
2219

O suicídio é um problema de Saúde Pública, assunto que gera muita polêmica na sociedade precisando ser enfrentado e debatido pela mídia da melhor forma possível e tratado incessantemente pelos órgãos competentes com campanhas de valorização à vida.

Ele deve visto e tratado, como uma “doença mental”, entre a população e profissionais de saúde que devem ser procurados imediatamente, principalmente por pessoas que tem na família ou meio de convivência integrantes com depressão, problemas psiquiátrico e/ou apresentem sintomas ou predisposição ao suicídio.

Segundo estudiosos no assunto, eles, os suicidas, são considerados vítimas, uma vez que, perturbados e vulneráveis, eles geralmente se isolam e querem através do ato resolver um “problema mental passageiro” e não realmente tirar a própria vida.

Infelizmente no Bairro Recreio, zona norte de Caicó, houve o registro de mais dois casos em menos de 24 horas, o que trouxe dor e sofrimento aos familiares, amigos e conhecidos das vítimas.

JANETEPor volta das 10h deste domingo (11 de dez) uma mulher de nome JANETE, de 52 anos, natural de Campina Grande/PB, foi encontrada, já sem vida, pelos vizinhos no interior da residência aonde ela morava. Segundo informações ela passava por problemas de depressão e foi encontrada após vizinhos, que sabiam do problema, sentiram a sua falta e procurá-la.

ELIAS trabalhou no Hospital do Seridó em CaicóNa manhã desta segunda feira (12 de dez), o ex-funcionário do Hospital do Seridó em Caicó, de nome ELIAS, foi encontrado pela própria filha. O Elias também já estava sem vida no interior de sua própria residência. Ele trabalhou por cerca de oito anos no HS na parte de entrega de medicamentos desde a gestão de Vivaldo Costa e depois com Bibi Costa entregando medicamentos nos Postos de Saúde prestando assim um grande serviço a comunidade caicoense e região do Seridó.

Esperamos que o nosso Bom Deus em sua infinita misericórdia possa amenizar o sofrimento e a dor da perda no ceio das famílias enlutadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui