Sem repasses pelo Município de Caicó, Polícia Militar suspendeu diárias para efetivo extra que fazia a fiscalização no trânsito da cidade

O Município ainda não fez nenhum repasse, e era a própria Polícia Militar quem vinha garantindo o pagamento mensal das diárias do efetivo extra

0
802

De Marcos Dantas via Caicó na Rota da Notícia

Desde que firmou um contrato com a Polícia Militar do RN o Município de Caicó assumiu o compromisso de repassar mensalmente, recursos financeiros para garantir as diárias operacionais para que um efetivo extra da 3ª Companhia Independente de Policiamento Rodoviário Estadual realize a fiscalização no trânsito da cidade.

O contrato tem duração de 24 horas e ao final do período o Município teria que pagar uma quantia total de R$ 972 mil, 480 reais. O Blog de Marcos Dantas não teve acesso a planilha de trabalho, mas divididos pelos 24 meses daria uma quantia de R$ 40.520,00 para garantir o cumprimento do contrato entre o Município e a Polícia Militar.

Em entrevista ao Panorama 95 desta terça-feira (04) o atual comandante da 5ª CIPRV, Major Demilson Medeiros explicou que, pelo seu conhecimento o Município ainda não fez nenhum repasse, e era a própria Polícia Militar quem vinha garantindo o pagamento mensal das diárias do efetivo extra, porem no mês de maio deste ano decidiu suspender o pagamento, até que o Município inicia o repasse dos recursos garantidos pelo contrato.

Major Medeiros reconheceu que, sem o efetivo extra o trabalho de fiscalização na área urbana de Caicó foi prejudicado e, para não suspender totalmente está conciliando a atuação nas estradas estaduais com o do município caicoense.

Assista entrevista do comandante da 5ª CIPRV Major Demildon Medeiros com repórter Marcos Dantas:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui