Vereador Alisson quer saber onde está os R$ 50 mil que seria usado para compras de equipamentos de segurança do 6° BPM de Caicó

0
705

Por Anderson Dantas via CRN

Em discurso na tribuna da Câmara Municipal, o vereador Alisson Jackson relatou o acompanhamento da implantação do videomonitoramento em Caicó.

O projeto será instalado no 6º BPM, através do Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM), com apoio do Poder Executivo e Casa do Empresário.

O videomonitoramento por câmeras de vigilância tornará o trabalho de segurança mais rápido e eficiente, como foi amplamente noticiado na imprensa local. O Poder Judiciário, através da comarca de Caicó, destinou 50 mil reais à prefeitura para iniciar o trabalho”, explicou Alisson.

O Município, em contrapartida, arcaria com mais 50 mil reais e a Casa do Empresário melhoraria a sala do COPOM.

Nós estranhamos o fato de ter feito um requerimento sobre o que estava faltando, mas não houve resposta da prefeitura, embora o dinheiro tenha sido depositado na conta da prefeitura”, continuou ele.

Diante da negativa de informações, Alisson solicitou um relatório à Polícia Militar, mas recebeu notícias que de que foram entregas equipamentos mínimos, como uma CPU e dois televisores.

E o resto do dinheiro? Por que já não agilizaram essa situação? O mais difícil era o recurso”, questionou. “Vou fazer outro requerimento solicitando informações tanto ao Município quanto ao Poder Judiciário. E convidamos uma comissão e oficiais da PM, para saber quanto já foi gasto no projeto”.

O que mais chamou a atenção, segundo Alisson, é que um ofício da prefeitura, onde constavam todos os equipamentos, chegou para os policiais assinaram. “Mas como eles iriam assinar? Eles responderam o ofício, especificando somente os equipamentos que estavam lá no 6º BPM”.

Fonte: Alexandre Costa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui