Após vários disparos no João XXIII, polícia faz perseguição a possíveis autores de homicídios em Caicó

Durante a fuga, uma moto sem placa foi abandonada, jogada ao chão e com chave na ignição no Rabo da Gata

0
9279

Por Caicó na Rota da Notícia

Por volta das 10h45min da noite desta sexta feira (01/12) policiais militares que estavam na zona Oeste ouviram o estampido de 10 a 15 disparos de arma de fogo efetuados no bairro João XXIII, zona Oeste de Caicó

Moradores do bairro ficaram apavorados com os disparos. “Rapaz, foi muito tiro, parecia até que os tiros eram aqui dentro de casa“, disse um morador local.

Duas viaturas (RP 03 e Operação Paz) que estavam nas proximidades dirigiram-se imediatamente para o João XXIII e cruzaram de frente com dois indivíduos em disparada saindo do setor sentido ao Novo Horizonte (Rabo da Gata). Ao verem os policiais a dupla empreendeu fuga dando início a uma perseguição.

Após um acompanhamento tático onde os policiais chegaram muito perto de capturar os fugitivos, eles desapareceram. Em uma rua após onde o “Filé” morava foi encontrada uma moto prata sem placa, ela estava deitada ao chão, com as chaves na ignição e com o cano quente demonstrando que, ela teria sido abandonada naquele exato momento.

Foram feitas buscas no entorno do local citado porém, ninguém foi encontrado e a moto foi então conduzida até o pátio da Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis.

Há suspeitas que a dupla tenha sido dois dos três acusados de está executando membros da facção do Sindicato do RN, possivelmente integrantes de uma nova facção denominada 084, recém formada no Estado do RN que seria composta por ex integrantes do Sindicato.

Uma nota tipo, “Decreto de Morte”, circula nas redes sociais Whatsapp desde o dia 27 do mês passado onde, onde a suposta facção Sindicato do RN cita nomes de três indivíduos (“Filé“, “Tiago vulgo Da 9” e “Galegal“) que seriam os autores dos últimos homicídios ocorridos em Caicó em ataques conta sua facção rival.

Nota de decreto que teria sido emitida pelo Sindicato do RN
Nota de decreto que teria sido emitida pelo Sindicato do RN

Sob determinação do Major Valdez, comte. do 6• Batalhão de Polícia Militar, o policiamento foi reforçado, sobretudo na zona Oeste. A Polícia Civil segue investigando os homicídios ocorridos na cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui