PMRN de luto: Policial é morto ao ser reconhecido durante assalto em ônibus entre Caraúbas e Mossoró

Ele pensou em reagir ao assalto porém recuou ao perceber que eram cinco assaltantes e vários pedidos para que ele não reagisse. Ao ser reconhecido como PM ele foi morto pelos bandidos.

0
1930

Por Caicó na Rota da Notícia

Ildônio José da Silva, de 43 anos, conhecido no mundo castrense como CB Ildônio natural de Mossoró era lotado na 3a Companhia de Polícia Militar de Caraúbas, e morreu na tarde desta quinta-feira (16) durante uma tentativa de assalto a um ônibus com estudantes universitários de Caraúbas que seguiam para Mossoró.

O crime aconteceu na RN 117 próximo da comunidade Livramento, no Olho D’água da Onça, zona Rural de Caraúbas região Oeste do Rio Grande do Norte.

Cerca de cinco assaltantes interceptaram o ônibus que levavam estudantes universitários de Caraúbas para Mossoró. Segundo a polícia os bandidos atiraram no ônibus e mandaram o motorista parar, neste momento, Ildônio pediu que todos se deitassem, e foi para parte da frente, mas quando viu que eram muitos assaltantes voltou correndo para a parte detrás do veículo.

Os assaltantes subiram e foram direto para o PM, tiraram ele para fora, espancaram e depois executaram com um tiro de espingarda Cal. 12 na cabeça.

Diversas guarnições da Polícia Militar da região caíram em campo e realizaram diligências na busca dos criminosos. Uma testemunha contou em um áudio que Ildonio ainda esboçou ação de reagir mas diante da inferioridade numérica, 1 contra 5, e vários pedidos de colegas de faculdade para não reagir, ele resolveu esconder a arma e se deitar, porém foi morto pelos bandidos. Áudio de vítima do assalto onde policial foi morto, CLIQUE AQUI

Chamado de Maestro por alguns, Ildônio José tinha um grande ciclo de amizade tanto na vida militar como no mundo da música. Ele recebeu várias homenagens em sua página do Facebook de amigos que sentiram sua perda.

Nosso guerreiro Idonio José fez tudo por esta sociedade até seu último momento e pagou com a própria vida. Não aceitamos mais notas de pesar!!! Queremos ações governamentais que protejam nossos heróis e garantam a paz pública no Rio Grande do Norte. Quantos mais precisarão tombar??? Até quando???“, de Apram Institucional.

Cara! Só tenho a agradecer, pois foi por sua orientação que cheguei onde estou. até pouco tempo estivemos conversando, lembrando dos tempos que se passaram, infelizmente não poderemos mais relembrar. Mas fica o sentimento de dor, pois você foi que mim lançou na musica, você não foi so um professor! foi amigo, foi companheiro, foi colega de trabalho. Mas a vida é assim, um dia todos se vão. E hoje você se foi!“, disse um amigo nas redes sociais.

Cb Ildonio também era músico, e tocava na Banda de Música de Mossoró como também na banda marcial da Polícia Militar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui