Caicoense preso em 2013 com um quilo e meio de crack em Caicó é assassinado a tiros em Assu

'Gordo George', como era mais conhecido, foi morto a tiros no conjunto Vista Bela na noite de ontem, sábado (14), por dois homens em um veículo escuro. (Fotos: GEORGE EMÍLIO WANDERLEY GERMANO, de 37 anos vulgo 'Gordo George')

4193

Por Caicó na Rota da Notícia

Era por volta das 20 horas quando populares acionaram a polícia militar do 10º BPM de Assu dando conta que alguns disparos de arma de fogo foram ouvidos na Rua Poeta João Soares de Amorim no conjunto Vista Bela em Assu. Lá chegando, policiais do GTO se depararam com um corpo caído ao solo.

Foi constatado, com auxílio da Carteira Nacional de Habilitação – CNH, que o homem morto era GEORGE EMÍLIO WANDERLEY GERMANO, de 37 anos conhecido como ‘Gordo George’.

Segundo informações colhidas no local, a vítima foi executada por uma dupla de elementos que andavam em um carro de cor escura e que logo após o crime fugiu em disparada sentido ao bairro Parati 2000, ou em direção a BR 304.

Prisão em Caicó no ano de 2013

O Gordo George morava no bairro Boa passagem, zona Norte de Caicó e era tido como uma dos maiores traficantes da cidade. No dia 21 de agosto de 2013 policiais do 6º BPM receberam a denúncia de que droga iria ser transportada para de Caicó para a cidade de Jucurutu e foi montada uma barreira policial nas proximidades da entrada da EMPARN, que fica na rodovia estadual, RN 118, que liga estas duas cidades citadas.

Ao avistar a blitz policial, BRUNO HENRIQUE DA CRUZ, na época com 28 anos, conhecido por ‘Bruno de Anita’, arremessou um pacote com cerca de 1 kg e meio de craque para fora do veículo sem que fosse visto pelos policiais.

Uma nova informação chegou ao comando do 6º BPM de que o objeto teria sido arremessado e seria resgatado pelo proprietário no dia seguinte. Foi montada uma campana no local, e para surpresa da equipe, na manhã do dia 22 três suspeitos chegaram ao local utilizando um Fiat Uno de cor branca de placas o OKC 8225 de Caicó e iniciaram as buscas pelo crack sendo surpreendidos pelos policiais do GTC. Eles já estavam de posse dos 1,5 kg de crack prensado pronto para comercialização.

‘Bruno de Anita’  contou, extraoficialmente, aos policiais que devia dinheiro ao Gordo George o qual seria o proprietário da droga. GEORGE EMÍLIO WANDERLEY GERMANO, com 32 anos, vulgo Gordo George, disse que não tinha nada haver com a droga. O terceiro envolvido ARI EUZÉBIO DE MEDEIROS, com 32 anos popularmente conhecido por ‘Tubarão’ seria o receptador da droga e disse que nada tinha a dizer e que mal conhece o gordo George, entretanto, não soube explicar o porquê de estar no carro com o mesmo. O quarto passageiro do veículo, ROSIMÁRIA DE OLIVEIRA DA SILVA, de 28 anos, esposa de um dos elementos, dispunha de alguns papéis dentro de uma bolsa sendo os mesmos apreendidos para averiguações.