Associação defende mudanças na Lei do Ingresso da Polícia Militar do RN

"Antes do concurso proposto o governo precisa modificar a Lei do Ingresso", disse o subtenente Eliabe Marques.

0
875

Por Caicó na Rota da Notícia

O governo anunciou a previsão de que até o final de outubro seja lançado edital para o concurso da polícia militar, que prevê a abertura de 1.000 vagas, com exigência de nível médio.

A Associação dos Subtebentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do Rio Grande do Norte – ASSPBMRN – trabalha a mais de um ano para que a Lei de Ingresso que permite uma seleção de candidatos mais qualificados seja modificada.

A associação defende a exigência do nivel superior, CHN categoria “B”, investigação social e avaliação psiquiátrica e psicológica. A associação também defende que as turmas de ingresso na PM sejam de até 600 homens para não comprometer a carreira policial em questão de formação e ascensão funcional.

Todas essas exigências só serão possíveis com uma modificação dos artigos 10 e 11 do Estatuto da PM“, disse o presidente da associação, o subtenente Eliabe Marques. Segundo ele, o Projeto de Lei tramita no governo que, se quiser, envia para o presidente da Assembléia Legislativa, e uma vez colocado em pauta, poderá ser votado em até 24hs.

Quanto a uma possível necessidade de intervenção urgente, o subtenente Eliabe Marques, ressalta que o mais viável seria a convocação dos 824 candidatos já aprovados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui