Professores do RN rejeitam proposta do governo e mantém a greve por tempo indeterminado

Governo propôs dá o aumento de 33,24% (teto máximo) concedido pelo governo Bolsonaro aos professores, em 3 vezes porém, a categoria não aceitou

0
623

Reunidos na manhã desta quinta-feira (24), professores da rede estadual de ensino decidiram, em assembleia realizada pelo Sindicato do Trabalhadores em Educação (Sinte), rejeitar a nova proposta do Governo do Estado, apresentada ontem (23).
A categoria manteve a greve por tempo indeterminado.

A nova proposta era implantar, em março, o reajuste de 33,24% para todos os professores que estejam abaixo do novo piso, retroativo a janeiro, e para os educadores que recebem, hoje, acima do novo piso, seria implantado o reajuste da seguinte forma: 14% em março, 4% em novembro e 12,38% em dezembro, chegando ao percentual fixado pelo piso do magistério. A categoria está em greve desde o último dia 14 de fevereiro.

De Saulo Vale via Caicó na Rota da Notícia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui