Policial é morto dentro de casa em Parelhas, bandido morre em confronto

0
913

José Borges Neto, de 51 anos de idade, mais conhecido como CB J.Neto foi morto a tiros dentro de sua própria residência onde ele estava com sua esposa e a filha do casal.

Eram por volta das 4h da manhã deste sábado quando o ex-presidiário Nailson dos Santos Alves, de 23 anos, conhecido como “Nico”, teria destelhado a casa e quebrado o forro de gesso para entrar pela cozinha. Ao ouvir o barulho o policial foi averiguar o que estava acontecendo momento em que sofreu o primeiro tiro no braço. Para estancar o sangramento ele escondeu-se no banheiro momento em que o meliente ameaçou matar a filha dele caso ele não aparecesse. J.Neto correu para o quarto em socorro da filha quando foi covardemente alvejado.

Mesmo com o militar caído o bandido atirou no rosto e na cabeça da vítima. Antes, o assassino teria dito: “Mandaram eu fazer, então eu vim fazer”, levantando suspeitas de que o crime tenha sido a mando de alguém.

A mulher viu tudo, já a filha do cabo ficou trancada no quarto dela e ligou para o 190 que acionou imediatamente a guarnição. Ao tentar fugir o criminoso ainda fez a mulher do cabo de refém e trocou tiros com os policiais que foram atender a ocorrência e acabou baleado, ele ainda chegou a ser socorrido, porém, não resistiu e morreu a caminho do hospital.

Nico havia deixado a prisão há pouco tempo após cumprir pena de reclusão por crime do homicídio. A arma usada por, um revólver Cal. 38, foi apreendida pelos policiais.

CB J.Neto

Aos que o conheciam fica a lembrança do exemplo de um bom profissional, de ser humano, pai e marido amável e prestativo, J. Neto será sempre lembrado como um homem de bem, que buscava alcançar seus objetivos e realizar seus sonhos, exercendo seu ofício de servir e proteger a sociedade, com dignidade, mesmo com o risco da própria vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui