Professor da UFRN de Caicó que morreu carbonizado em acidente já ganhou prêmio por melhor projeto na exploração de petróleo

O professor faleceu após incêndio em seu veículo após colidir com uma carreta próximo a Santa Cruz na tarde desta quinta-feira

0
7474

O professor, Denilson de Melo Tavares, de 48 anos morreu por volta das 13:00 da tarde desta quinta-feira, dia 01 de março após colidir seu veículo Fiesta em uma carreta na BR 226.

O professor de Sistema de Informações e trabalhava no Departamento de Computação e Tecnologia da UFRN. Ele morreu carbonizado em meio a um incêndio iniciado após a colisão de seu veículo. O motorista da carreta não se feriu.

Denilson foi o vencedor da 1ª Edição na Categoria Exploração do Prêmio Petrobrás de Tecnologia. Um dos objetivos do Prêmio Petrobras de Tecnologia Engenheiro Antônio Seabra Moggi é incentivar trabalhos que desenvolvam tecnologias para a descoberta, caracterização e aumento das reservas nacionais de petróleo e gás.

Sandra Kelly, diretora do campus da UFRN em Caicó, confirmou que as aulas do curso de sistema de informação aonde Deilson lecionava estão suspensas.

O falecimento do professor é uma grande perda para o ensino superior de qualidade, já que Deilson se mostrava uma pessoa bastante capacitada, que buscava novas metodologias de ensino para incentivar a busca na viagem do conhecimento e o aprendizado significativo de todos os seus alunos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui