Suspeitos de participação na explosão da agência de Brejo do Cruz são presos em Janduís/RN

Um carro roubado usado pela quadrilha era branco e havia sido pintado de preto para disfarçar a cor original.

0
2564

Por Caicó na Rota da Notícis

Trabalho de inteligência e ação conjunta entre as polícias, civil e militar, resultou na prisão de mais dois suspeitos de envolvimento na explosão do banco de Brejo do Cruz. Durante as buscas foi encontrado um veículo roubado que foi pintado de preto.

Segundo major Brilhante (responsável pelas buscas), na manhã desta sexta – feira (08), ele e sua equipe, juntamente com o delegado da Polícia Civil Dr. Paulo Nilo (responsável pelas investigações), foram até Caraúbas e localizaram uma residência no bairro Sebastião Maltes. A residência servia de apoio logístico e facilitação para fuga da quadrilha de assaltantes que atuava roubando bancos nos dois estados, PB e RN.

No momento da chegada dos policiais foi encontrado um veículo tipo Chev/Spin, 1.8 – 2014/2015 – branca, com inscrições de Mossoró/RN que tinha queixa de roubo. O carro, que estava sendo usado pelo bando, havia sido pintado de “preto fosco” para disfarçar sua cor original.

Veículo Chev/Spin, 1.8 - 2014/2015 - branca, de Mossoró/RN com queixa de roubo apreendido pela polícia em Caraúbas.
Veículo Chev/Spin, 1.8 – 2014/2015 – branca, de Mossoró/RN com queixa de roubo apreendido pela polícia em uma casa em Caraúbas.

Já na parte da tarde, os policiais seguiram para a cidade de Janduís, onde prenderam Eugênio Gurgel Neto Filho e Francisco Vieira de Melo conhecido por “Macarrão“. As Investigações apontam que os dois homens presos são responsáveis pelo apoio logístico e por dar informações privilegiadas ao bando.

Foram encontradas conversas no celular apreendido de um dos presos, em que combinavam essa fuga. Nós não havíamos ainda identificado, porque só tínhamos os apelidos mas, identificamos e prendemos”, disse o delegado Paulo Nilo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui