Áudio: Laudo do Itep aponta que universitária currasnovense foi morta por estrangulamento, diz rádio da capital

7576

Zaira Cruz foi encontrada morta antes das 9hs da manhã do sábado (02) de carnaval em Caicó. O corpo da jovem foi encontrado deitado no banco do passageiro de um carro estacionado dentro da sede de um bloco de Currais Novos, onde funcionava o antigo clube Labodequita na praça do CDS.

Segundo o áudio divulgado na rádio Jovem Pan Seridó 100,7 FM de Caicó/RN (antes divulgado na rede tropical de comunicações incluindo Rádio CBN e Jovem Pan), a jovem Universitária Zaira Cruz, de 22 anos natural de Currais Novos teve causa morte “asfixia mecânica e estrangulamento”. O laudo também aponta que o meio causador da morte foi “meio de tortura e meio cruel pela forma de estrangulamento“.

A Polícia Civil aguarda um exame de estado de vulnerabilidade da vítima, ou seja, para saber se a jovem ingeriu bebida alcoolica ou outra substância, caso tenha ingerido, ela poderia estar sem reação no momento em que ela foi atacada, tendo pouca ou nenhuma chance de defesa.

O laudo é rico em detalhes e ficou pronto na quarta feira de cinzas (06 de março) porém alguns outros detalhes não foram divulgados para não atrapalhar as investigações.

A motivação e autoria do crime só a Polícia Civil poderá dizer após a chegada do exame e feito o confrontamento de informações com o depoimento das pessoas envolvidas no caso.

Confia o áudio: