Segundo a revista “Exame”, o jantar foi acertado quando o presidente esteve em São Paulo cortando o cabelo no salão do cabeleireiro Robson Jassa, fiel escudeiro do dono do SBT. Temer quer apostar no apresentador para tentar desmistificar o que o governo chama de “mentiras” sobre o assunto.

Quem também costurou o encontro entre o presidente e o empresário foi Carlos Massa, o Ratinho, que se comprometeu a explicar aos telespectadores a importância da reforma. O comunicador defende as mudanças.

A estratégia de comunicação foi acertada e o canal já começou a exibir “alertas” sobre o tema. Nesta sexta-feira (21), o SBT divulgou dois avisos falando que, “se não for feita a reforma da previdência, [você] pode deixar de receber o salário” e “o Brasil quebra, se não aprovar a nova lei”.

A propósito, o canal também decidiu exibir neste domingo (23), após o “Programa Silvio Santos”, a versão completa, com 39 minutos, da conversa de Temer com o jornalista Kennedy Alencar, exibida no “SBT Brasil” da última segunda-feira (17). Por causa disso, o “Conexão Repórter” vai ao ar mais tarde.