4 bandidos mortos e 1 policial baleado durante confronto entre PMs e ladrões de bancos no RN

Quatro bandidos foram mortos, os demais fugiram e estão sendo procurados. Um policial da paraíba foi baleado durante a intensa troca de tiros.

0
1661

Por Caicó na Rota da Notícia

No início da tarde deste domingo, 03 de set, quatro bandidos suspeitos de participarem da explosão e roubo a agência do Banco Bradesco na Cidade de Brejo do Cruz/PB foram baleados e mortos em confronto com policiais dos estado da Paraíba e do Rio Grande do Norte.

O confronto aconteceu no Sítio Monte Alegre, onde morava o agropecuarista Antônio Veras, localizado entre Janduís e Campo Grande, na região oeste potiguar.

Assalto ao Bradesco de Brejo do Cruz/PB

Na manhã do domingo os bandidos entraram na cidade atirando para o alto e antes de explodir a agência do Bradesco de Brejo do Cruz eles pegaram 3 vendedores ambulantes que estavam no centro da cidade arrumando suas barracas para feira livre e usaram como escudo humano em frente à agência. Os bandidos agiram com extrema violência com as vítimas feitas reféns.

Segundo Sargento Coelho, o objetivo da quadrilha era o cofre central da agência, porém, algo deu errado e a explosão que fizeram danificou apenas a estrutura do prédio não atingeindo o cofre central.

Devido à demora os assaltantes desistiram de estourar o cofre central e fugiram em três carros de grande porte, passaram por Messias Targino, pela cidade de Janduís e entraram em direção a Fazenda Monte Alegre que pertenceu ao agropecuarista Antônio Veras, já perto da cidade de Campo Grande. Um veículo foi queimado.

Localização do bando, solicitação e chegada de reforço policial

A polícia já vinha monitorando a quadrilha a algum tempo. Com o apoio de policiais militares de Patos e de Campo Grande a Polícia Militar da Paraíba conseguiu localizar e cercar o bando no início da tarde.

No início dos trabalhos os bandidos Conseguiram fazer com que os policiais recuassem um pouco, pois não tinham munição suficiente para revidar a altura. Ao ser solicitado ajuda a policiais do Rio Grande do Norte, que deram resposta imediata aos policiais do estado vizinho, os bandidos foram abatidos. O policial militar da Paraíba foi atingido de raspão no pescoço, foi atendido e passa bem.

Socorro às vítimas do confronto

Após o confronto, devido a falta de médico de plantão em Janduís, os assaltantes alvejados foram conduzidos na carroceria da caminhonete para a Cidade de Brejo do Cruz, entretanto, já chegaram lá sem vida.

Bandidos sendo socorridos para o hospital
Bandidos chegando no hospital de Brejo do Cruz/PB

O policial paraibano, que sofreu o tiro de raspão no pescoço, passou pelo Hospital de Janduís, foi atendido e depois seguiu viagem com os colegas para a cidade de Brejo do Cruz onde foram recebidos com muitos aplausos pela populacão.

Policial paraibano baleado com tiro de raspão no pescoço durante troca de tiros
Policial paraibano baleado com tiro de raspão no pescoço durante troca de tiros

ITEP de Mossoró – identificação dos mortos no confronto

Os corpos foram levados para o ITEP de Mossoró e recebidos por volta de 1h da madrugada desta segunda-feira ,04 de set, pela Necrotomista de plantão, Ilcione Uchôa, onde aguardarão o reconhecimento por parte de familiares como também a documentação necessária. Devido os corpos não estarem com os documentos, as guias cadavéricas ficam parcialmente em branco em condições “NI” (Não Identificado). Neste caso, foram assinadas pelo Delegado Regional de Patu ficando da responsabilidade da família ir fazer o reconhecimento.

Entre os mortos estão;

  1. Francisco Cléber da Silva, de 32 anos natural de Umarizal;
  2. Eric Johnny Apolinário da Silva, de 25 anos natural de Mossoró;
  3. Edson Paiva de Azevedo, de 23 anos natural de Janduís; e
  4. o quarto corpo ainda não foi identificado.

Armas e produtos apreendidos;

  • três fuzis, um deles um AK – 47 de fabricação russa (fabricado na 2a Guerra Mundial);
  • três espingardas calibre 12;
  • duas pistolas;
  • vários carregadores para vários calibres;
  • tocas ninja;
  • 7 coletes a prova de balas; e
  • dois veículos usados pela quadrilha.
Arsenal apreendido pela polícia após a troca de tiros
Arsenal apreendido pela polícia após a troca de tiros

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui