“A sensação que passei hoje eu não desejo a nínguém”, disse CB da PM que ajudou a livrar vítimas de serem mortas pelo fogo

Infelizmente um homem de 25 anos morreu carbonizado preso as ferragens, porém, outras vítimas foram salvas à tempo, dentre elas a esposa que queria morrer queimada agarrada junto ao marido.

0
2678

Por Caicó na Rota da Notícia – Matéria Atualizada

Um grave acidente tipo colisão entre dois veículos que pegaram fogo e incendiaram, foi registrado na tarde deste domingo (29) na RN – 086, entre as cidades de Parelhas e Equador.

As vítimas, que seriam de Junco do Seridó, viajavam nos dois veículos, sendo que, um homem morreu carbonizado preso as ferragens, três mulheres tiveram fratura exposta, inclusive uma grávida de 8 meses, e um homem o qual ficou em coma, foram socorridos para o Hospital.

Eles receberam os primeiros atendimentos na Casa de Saude. As três mulheres, inclusive uma grávida de 8 meses, sofreram fraturas expostas, porém, estavam conscientes, já o homem, estava em coma, e como são de Junco achamos melhor encaminhá – los todos para o hospital de lá, e dependendo da gravidade para Campina Grande“, contou Ivânio Moura, diretor do Hospital de Equador.

“Ato de Bravura” – Luta pela vida

Policiais miitares de folga do serviço, o Cabo Fernando natural de Taperoá/PB, formado em 2010 no 6° BPM de Caicó/RN é que trabalha atualmente em Carnauba dos Dantas, juntamente com o Soldado Enéas e o Soldado Soares, que estão se formando agora no final de 2020, arriscaram honrosamente as próprias vidas para salvar as vítimas de pessoas que estavam nos carros que rapidamente ficaram em chamas.

O Cabo Fernando descreveu em um áudio, a dificuldade que foi em ajudar as vítimas e também a tentar salvar o homem de 25 anos que morreu queimado.

Confira o depoimento do CB Fernando em áudio e texto:

 

Obrigado a todos, obrigado aí por ter parabenizando. Pessoal aí foi esses dois guerreiros aí que estão se formando (no RN), foram os únicos que chegaram junto lá comigo para socorrer esse pessoal“, e lamentou;

A sensação que eu passei hoje, eu não desejo a nínguém. Você vê um Ser Humano pedindo pelo amor de Deus para você socorrer ele, e você se sentir de mãos atadas, e o fogo tomando conta dele, uma mulher a esposa dele agarrada com ele querendo morrer junto, e você se sentir inútil naquele momento alí, para mim foi uma sensação muito triste! Porque a gente conseguiu socorrer o pessoal todinho, o carro pegando fogo, a gente conseguiu socorrer os outros, mas ele tava com as pernas, muito dentro das ferragens do carro e a gente agarrado com ele e puxando de todo jeito, e ele não saía de jeito nenhum! Nem um guindaste tirava ele de dentro!

“Um rapaz de 25 anos, rapaz novo, pelo que eu soube aqui em Equador, ele é aqui do Junco, trabalhador pedindo clemência, pedindo pelo amor e Deus para gente acudir ele. Desespero total! O que eu passei hoje eu não desejo a nínguém.”, pontuou o policial militar.

“[…], eu estivemos na OC!!! E se não fossem os caras tinha morrido mais 5 pessoas! Os caras foram uns heróis, foi um atitude de bravura mesmo…“, disse um dos policiais de serviço que atenderam a ocorrência do acidente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui