Tristeza: Não tem caixão para sepultar pai de família assassinado em Caicó

Rogaciano Raimundo Diniz, de 45 anos morreu ao sofrer uma facada no peito desferida pela própria esposa no João Paulo II

0
4508

O corpo do caicoense, ROGACIANO RAIMUNDO DINIZ, permanece na geladeira do ITEP de Caicó e não existe uma previsão de sepultamento devido a falta de recursos dos seus familiares para compra do caixão.

Segundo informações, a Prefeitura de Caicó poderia fazer essa doação, mas talvez não seja possível devido um débito existente entre a prefeitura de Caicó junto a funerária vencedora da licitação.

Populares é quem estão se movimentando nas redes sociais para comprar o caixão da vítima.

Por Plantão Caicó via CRN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui