PRF apreende cerca de 4 kg de cocaína e 20 kg de fenacetina com homens que seguiam para Natal/RN

A fenacetina é, uma das substâncias químicas usadas pelos traficantes na mistura, tornando o volume da cocaína ainda maior. Um dos homens preso tinha um mandado de prisão em aberto

807

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu, na noite desta sexta-feira (30), no Posto da PRF de São José de Mipibu, região metropolitana de Natal, 3,9 kg de cocaína, além de 20 kg de um pó branco, conhecido como fenacetina e prendeu dois homens que seguiam em um Fiat Mobi, de João Pessoa/PB para Natal.

No momento da abordagem, os homens ficaram bastante nervosos, o que chamou a atenção dos policiais, sendo que durante a vistoria no veículo, foi encontrado no banco traseiro, um pacote contendo a cocaína, e no porta- malas um pacote maior, onde estava o pó branco.

A fenacetina é uma substância química muito usada pelo tráfico, para aumentar o volume do entorpecente e, consequentemente, o lucro nas vendas.

Após consulta aos sistemas de segurança, foi constatado ainda que, o passageiro do carro, um homem de 50 anos, tinha um mandado de prisão em aberto, expedido pela Comarca de Natal, pelo crime de estelionato. A ocorrência foi encaminhada à Central de Flagrantes em Natal.

De Núcleo de comunicação social da PRF/RN via Caicó na Rota da Notícia

Obs.: Pesquisa do Blog CRN

A fenacetina é um fármaco introduzido em 1887, com acção antipirética (para contole de temperatura) e analgésica (para inibir dor). Apesar de ser um excelente antiinflamatório, estudos demonstraram efeitos tóxicos devido ao aparecimento de metabólitos.

Geralmente encontrado na forma de um pó branco, químico inclusive, com aparência similar à da cocaína. O adulterante, bem como, a cafeina e lipodocaína, podem surtir maior lucro para os traficantes de cocaína, uma vez que, aumenta significativamente seu volume, caindo com isto, o grau de pureza para o viciado, que é lesado com a adulteração.

Essa substância é utilizada em algumas medicações, porém, em muitos países, como nos Estados unidos, é proibida por conta da toxidade que apresenta e dos problemas que podem ser causados. Se ingerida em excesso a fenacetina pode causar aplasia de medula (disfunção da medula óssea), hepatoxicidade (que afeta o fígado), nefrotoxicidade (danos aos rins).