Após 4 horas de buscas, menina especial de 14 anos sequestrada por cavaleiro é encontrada no bairro Recreio em Caicó

Enquanto buscas estavam sendo feitas pela polícia, a adolescente foi deixada pelo acusado na casa de um senhor, e fugiu a pé. Obs.: O acusado trocou a bermuda dele que estava manchada de sangue.

0
1770

Por Caicó na Rota da Notícia

Um caso que comoveu toda a cidade de Caicó e mobilizou parte da população e grande parte do efetivo da Polícia Militar aconteceu na noite deste domingo (24).

Tudo começou por volta das 19hs quando familiares ligaram para o COPOM do 6° BPM informando que uma criança (menina especial) acabara de ser sequestrada por um homem à cavalo e ele estava fugindo com ela na garupa da igreja do bairro Recreio sentido ao antigo Motel de Zé Preto e estaria sendo seguido por familiares da garota. Uma tia viu o acusado com a menina na garupa do cavalo e ao perguntar para onde ele estava levando ela, o cavaleito fugiu a galope com a adolescente.

Desde essa hora, várias viaturas da Polícia Militar como GTO, Rádio Patrulha, CIPRV e até mesmo a viatura de São Fernando que veio em apoio aos companheiros de Caicó, fizeram o cerco, e se empenharam ao máximo nas buscas realizadas nas ruas próximas, estradas vicinais e rodovia federal (BR 427), ou mesmo a pé em meio ao mato seguindo o roteiro tomado pelo sequestrador, com auxílio de lanternas.

Parte da população, amigos e familiares também ajudaram nas buscas em veículos próprios e a pé, devido a comoção causada pela situação e na esperança de encontrar e menina pelo menos com vida. Uma das sandálias da garota foi encontrada deixada pelo caminho onde o cavalo passou.

Após quatro horas de buscas intensas, por volta das 23hs um popular ia em seu veículo quando viu quando um cavalo marron celado e todo arranhado pelo mato foi visto correndo sozinho e muito assustado, vindo de busca da queijeira de Jorge Meira, cruzando o bairro Serrote Branco, e indo para o bairro Alto da Boa Vista.

Minutos depois este fato, a Polícia Militar recebeu a informação que a menina havia sido deixada pelo acusado em uma residência de um senhor no bairro Recreio, aonde já estava uma tia dela que acionou a polícia militar informando que havia encontrado a garota. Ela estava com vários arranhões nos braços, ombros e no rosto e uma mancha de sangue na lateral do short.

Ao chegar ao local, os policiais com a presença do Fiscal de Dia ao batalhão foram orientados a conduzir a vítima e as testemunhas para a Delegacia de Polícia Civil para o registro do fato. As diligências em busca de capturar o acusado não cessaram.

O senhor, dono da residência contou que; eles (a adolescente especial e o acusado) chegaram em sua casa e passaram a conversar. Em dado momento, o homem alegou que tinha que ir comprar um lanche para a garota e pediu para trocar de bermuda com ele alegando que a que estava vestido estaria rasgada, porém o senhor negou-se a trocar e foi buscar uma outra bermuta para o rapaz que se trocou, tirando a que estava vestido e deixando no local.

A partir daí o homem saiu a pé em direção para onde ele teria fugido a cavalo com a garota, e não foi mais visto. Obs.: “A bermuda deixada pelo acusado estava com manchas de sangue e posteriormente foi levada para delegacia como prova”.

Ao encontrá-la, alguns familiares abraçaram a garota, e choraram juntamente com ela e acompanharam a condução da menina até a Delegacia de Polícia Civil, aonde a mãe dela estava registrando o sequestro e quase não acreditou quando soube que a filha havia sido encontrada.

Após o registro na DP, a garota foi levada para o ITEP para ser feito o “Exame de Corpo de Delito“. Ela foi finalmente devolvida a sua familia e pode voltar para casa por volta de 1h da madrugada desta segunda feira (25).

Será realizado um exame pericial no sangue encontrado na bermuta do acusado para saber se realmente o sangue é da garota. Um suspeito foi reconhecido por uma testemunha através de uma foto e está sendo procurado pela Polícia de Caicó e região. Segundo informações, o cavalo teria sido emprestado por um amigo dele que mora no bairro Alto da Boa Vista. O caso continuará sendo investigado pela Polícia Civil de Caicó.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui