BOMBA: Governo Fátima será investigado por contratação de leitos acima do preço e ainda sem respiradores

0
724

O “maravilhoso” contrato do Governo do RN com a Liga Contra o Câncer para a utilização dos leitos no tratamento de pacientes com o coronavírus não previam que o Hospital custeasse os respiradores. Isso: o valor de contrato já considerado acima do preço de mercado após análise do TCE não previa esses equipamentos que são fundamentais na manutenção da vida de quem está doente.

Em trecho do despacho do conselheiro Gilberto Jales, do TCE, ele aponta: “O termo de referência estabelece como obrigações da instituição contratada, além da parte de pessoal, o fornecimento da estrutura física, equipamentos (excluídos respiradores) e mobiliários médico-hospitalares, fornecimento de acessórios, medicamentos, material médico-hospitalar, insumos, gases medicinais, serviço de hotelaria hospitalar, alimentação do paciente (incluindo nutrição enteral e parenteral), exame de imagem e exame laboratorial de patologia clínica e serviços profissionais, excetuando a realização de hemodiálise e transporte hospitalar”.

Se o Governo Bolsonaro não tivesse agora liberado respiradores para o RN, o Estado teria pago por leitos para “tratamento de covid-19”, sem a estrutura necessária para tal.

Créditos: Blog Gustavo Negreiros via CRN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui