Seridoenses presos em Fortaleza são investigados por roubos diversos em Caicó; veja quem são

Os quatro suspeitos inclusive de envolvimento no roubo do molete do Supermercafo União foram presos em Fortaleza (CE)

0
2124

A operação que rendeu a prisão de 4 caicoenses na cidade de Fortaleza (CE), na tarde de quarta-feira (11), foi desencadeada a partir de investigação da Delegacia de Furtos e Roubos – Defur de Caicó (RN), que tem a frente o delegado Leonardo Germano, que confirmou o trabalho em entrevista à imprensa.

A autoridade policial disse que a operação foi montada em parceria com as polícias Rodoviária Federal do RN e CE e Civil do RN e CE e a Força Integrada de Combate ao Crime Organizado – FICCO/CE.

Foram presos:

1 – Antônio Roberto Alves de Oliveira, de 40 anos, o “Déda”, natural de Caicó. Era foragido da Justiça. Tinha dois mandados em aberto, incluindo um por roubo em Malta (PB), em 2022, no qual também estava um taxista caicoense. Ele é suspeito de diversos roubos em Caicó;

Antônio Roberto Alves de Oliveira, de 40 anos, o “Déda”
(Antônio Roberto Alves de Oliveira, de 40 anos, o “Déda”)

2 – Maria Eduarda Pereira de França, de 22 anos, natural de Caicó, namorada de Déda;

Maria Eduarda Pereira de França, de 22 anos
(Maria Eduarda Pereira de França, de 22 anos)

3 – Renato Domingos dos Santos, de 26 anos, natural de Jardim de Piranhas, foragido da Justiça, estava com documento falso;

Renato Domingos dos Santos, de 26 anos
(Renato Domingos dos Santos, de 26 anos)

4 – Alyatylas Humberto da Silva, de 23 anos, natural de Caicó, suspeito de integrar a quadrilha;

Alyatylas Humberto da Silva, de 23 anos
(Alyatylas Humberto da Silva, de 23 anos)

Ainda na entrevista, o delegado Leonardo Germano, disse que os quatro, tinham deixado a cidade de Caicó, em fuga, mas estavam sendo monitorados. No momento da abordagem houve tentativa de fuga. Com eles, foi apreendido um revólver municiado, documentos falsos e quantia expressiva em dinheiro, provavelmente oriundo de roubos em Caicó.

Detidos, eles foram autuados em flagrante por crimes de associação criminosa armada, porte ilegal de arma de fogo e uso de documento falso. Agora, ficam no estado do Ceará, mas, também responderão pelos crimes praticados no Seridó.

De Sidney Silva e Rosivan Amaral via Caicó na Rota da Notícia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui