Advogada prova inocência de SGT da PMRN excluído a 4 anos atras, acusado de torturar um preso

Além do SGT ERIVAN LIRA, mais dois policiais militares foram reintegrados, depois de serem considerados inocentes da acusação

0
1642

A Advogada KÁTIA NUNES que fez a defesa de três policiais que há quatro anos foram expulsos da polícia conseguiu provar a inocência dos PM’s de terem agredido um preso, que na época foi preso com drogas.

Um dos PM’s é o SGT LIRA que teve reconhecimento por parte da justiça como sendo inocente, a decisão foi publicado no acórdão do Tribunal da justiça.

O Comando geral da PM, coronel ALARICO deve ser notificado da decisão, o relator do caso o desembargador AMÍLCAR MAIA. Além de Lira, mais dois Policiais Militares foram reintegrados todos foram inocentados pelo crime de tortura.

ERIVAN LIRA trabalhava em São Rafael quando ocorreu o fato, e já atuou na cidade de Cerro Corá prestando relevantes serviços a segurança daquele município.

Confira o vídeo onde a Dra Kátia fala sobre o caso:

De Cleto Filho via CRN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui